Trabalho

1

Bárbara, tudo bem? Meu nome é Angela, sou cidadã italiana. Estou pensando em morar em Firenze já faz um tempo. Minha intenção não é ficar rica, quero me manter e conseguir viajar quando possível. No Brasil sou nutricionista, sei que na Itália vou precisar trabalhar onde conseguir vaga, mas não me importo, pois sei que com o aperfeiçoamento da língua italiana vou evoluindo de emprego. Voce acha que para nós, brasileiros com passaporte italiano, é muito difícil conseguir emprego de garçonete, babá, faxineira, etc? E os italianos não nos veem como estrangeiros e trasmitem um pouco de preconceito mesmo tendo passaporte italiano?

Comments

comments

1 RESPOSTA

  1. Oi Angela, tudo bem?

    Honestamente eu acho que não vale a pena vir para a Itália já partindo com a idéia de aceitar qualquer trabalho. Obviamente na hora da necessidade tudo vale. Mas já sair do Brasil com esse objetivo é pedir para vir sofrer na Itália. Há algum tempo escrevi um artigo sobre isso:
    http://www.trabalhonaitalia.com/eu-aceito-qualquer-trabalho/

    Obviamente com a cidadania italiana você fica livre da burocracia que um estrangeiro precisa enfrentar para conseguir ter o direito de trabalhar aqui. Agora ela não te dá poderes mágicos. Isso significa que se você não fala a língua vai passar por momentos desagradáveis, não porque os italianos sejam mal educados ou preconceituosos. Talvez seja pura falta de paciência mesmo. Imagina você trabalha em um departamento público e chega lá uma pessoa que não sabe falar a sua língua, você tenta explicar para ela a primeira vez e ela entende errado, tenta explicar a segunda e nada… na terceira você deixa a pessoa fazer da cabeça dela e problema dela. rs!

    Quando a gente mora a vida toda numa mesma cidade a gente esquece que o normal e o óbvio não é normal e nem óbvio em todos os lugares do mundo. É assim para você, talvez para a sua família, os seus amigos e vizinhos. São todas pequenas mudanças que a gente enfrenta em qualquer grande mudança de cidade ou país. Isso pode não ser um problema se você volta para casa e tem amigos ou tem dinheiro suficiente para viver tranquila.

    Mas se ainda por cima tem que enfrentar um trabalho que não tem nada a ver com você a coisa fica mais difícil.

    Bem, é uma opinião pessoal. Se vier, venha preparada. Você vai ter uma experiência melhor e mais feliz.

    Um abraço,

    Barbara

Comments are closed.