Tensão pré viagem

2

Estou organizando uma viagem para o ano que vem meados de maio e estou preocupado e inquieto serão 2 semanas.

Como tenho muito tempo li muitos livros e guias como da folha de são paulo guia itália e a minha cabeça entrou em parafuso. rs

Tenho a passagem comprada e fiz alguns bloqueios de quarto pelo booking.

Mas, tipo me deixou desanimado este esquema de ficar viajando por dentro da itália acho bem cansativo e estarei sozinho.

Viajei para londres sozinho e me senti bem já que lá é tudo unificado diferente da itália que é tudo pulverizado e as condições tb são precárias na itália pelo que vi.

Passo várias horas do dia lendo vários relatos e resenhas de hotéis no trip advisor e outros sites.

Quando comecei a organizar a viagem estava mais empolgado agora notei que fiquei mais desanimado.

Acompanho o programa Road Italy day by day pela RAI UNO, e vejo muitos lugares bonitos para conhecer altamura,polignano a mare,levanto,trapani etc, mas o problema é chegar nestes lugares.

Roma e Milão pelo virtual do google maps as ruas lembram são paulo, são sujas, prédios em mal estado de conservação um caos total.

O problema é que a minha entrada sera por milão e saída por roma.

Pelo roteiro que fiz serão as cidades que ficarei mais tempo e pretendo usá-las como base, portanto escolhi os melhores hotéis para não ter dissabores.

Vi muitas coisas interessantes para ver, mas o problema é o deslocamento. Queria ver o museu do cinema e o egípicio em Torino e o da ferrari em modena, o problema é ficar viajando só para ver isso.

As vezes penso em desistir já que comprei só a passagem que foi promocional e paguei um preço muito baixo.

Mas confesso que estou bem tenso, acho muito difícil ficar se locomovendo de um canto a outro toda hora carregando mala, para ver o que interessa para mim, já que não me ligo em artes acredito que posso acelerar a minha passagem por firenze.

Basicamente o que quero ver:
-Cenacolo Vinciano,domo, galeria vittorio emanuele e castelo sforzesco Milão
-Lago di como
-Queria dar um pulo em Lugano tb mas é outro deslocamento
-Museu da Ferrari modena
-Casa da giulietta em verona
-Grande canal, ponte Rialto Veneza
-Torre de Piza
-Ponte vecchio firenze
-Cinqueterre
-Coliseu,forum romano,fontana di trevi, piazza spagna, piazza navona roma

Basicamente é isso, mas acho muitos deslocamentos principalmente cinqueterre que é de difícil acesso.

Enfim, agradeço qualquer ajuda ou dica e que me ajude a ficar mais relaxado e calmo.

Comments

comments

2 RESPOSTAS

  1. Oi Maurício, tudo bem?

    Não desanima não! A Itália é uma delícia, é inclusive uma das metas preferidas dos europeus: alemães, franceses, ingleses adoram passar as férias aqui.

    Além disso, lembre-se, embora a Itália tenha problemas sim, você está na Europa e não dá nem para comparar os problemas da Itália com os do Brasil. A começar pelo transporte: o Brasil, nem trem tem! Seria ótimo fazer São Paulo e Rio em um trem de alta velocidade em apenas 1:30 né? Mas não existe!
    Na Itália você vai de Florença a Roma, que são 300 km em só 1:30.

    Se você não conhece Roma, como dizer que a cidade é caótica ou suja? Viajar é conhecer uma outra cultura, uma outra forma de pensar, uma outra forma de agir. Prepare-se, abra a mente, o coração e você viverá experiências mágicas. Não dá para dizer não vi e não gostei.

    Se você não quer alugar carro para economizar, faça o seguinte:

    Roma – 3 dias (a cidade é linda e tem muito para ver, ficar menos tempo é sinônimo de não ver nada).

    Florença – 5 dias (de trem você pode fazer um dia Pisa-Lucca em um dia, Siena e San Gimignano em outro dia (de ônibus Sita), 1 dia para ver Florença, 1 dia de trem até Arezzo e se quiser você pode parar em cidadezinhas no meio do caminho como Pontassieve ou simplesmente apreciar os vinhedos da janela), 1 dia um tour até Chianti com degustação de vinhos, existe uma agência que se chama Caf que faz passeio em grupo baratinho, pesquise e óbvio mínimo 1 dia para ver Florença.
    Esses trens e ônibus regionais são baratos e você gasta tipo 6,7, 10 euros por trecho.

    Verona e Veneza você também pode chegar de trem, seja com alta velocidade (rápidos e passagens mais caras, Intercity ou Regionais). E já que você vai a Verona, por que não parar em Pádova (a cidade do Santo Antonio) ou em Bolonha, que ficam no meio do caminho?

    Se você insiste tanto em visitar o Museu da Ferrari, pesquise um tour em grupo: assim você se sente menos sozinho, faz amizade e visita o tal do museu.
    As coisas são mais simples do que parecem, é só uma questão de pesquisar.

    Mas se você não quiser vir para a Itália, quem sou eu para te convencer. O mundo é tão grande e não faltam lugares para visitar. Seja lá o que você decidir, boa viagem. Eu vou continuar a curtir minhas férias. Estou me deliciando com o verão na Sicília!

    E se tiver alguma dúvida, é só perguntar.

    Um abraço,

    Barbara

Se você sabe, responda:

Please enter your comment!
Please enter your name here