Farmácias e etc

1

Olá Barbara.
Meu nome é Bernardo. Tenho 16 anos e leio seu blog todo santo dia haha.
Tenho cidadania Italiana, porém ainda não conheci a Itália e tampouco falo Italiano. Estou seguindo a sua dica e estudando pelo livemocha. Gostaria muito de conversar com você sobre a vida em geral na Itália. Estou atormentando meu pai a alguns dias para ver se consegue guardar um dinheiro e me pagar um Intercâmbio de verão (Verão na Itália/Inverno no Brasil) para Roma/Milão/Florença ou alguma outra cidade. Porém tenho algumas dúvidas. Por minha família ser toda de Médicos, tenho dúvidas relacionadas a saúde. Pelo que li, as farmácias na Itália são diferentes das Brasileiras. Se eu tiver uma dor de cabeça forte, aqui no Brasil, saberia que um paracetamol me ajudaria. Já na Itália, li que teria que pedir uma receita médica de um médico de família para comprar um simples remédio, além da Tessera Sanitária. Taí uma coisa que me assusta um pouco. Ter que escolha 1 médico para me acompanhar direto. Aqui é tão mais simples… Você no Brasil chega no hospital e fala: “Estou com dor na barriga”. E logo aparece um médico pra te atender, que se você não gostar, você troca. Pelo menos na saúde privada. Gostaria também de saber se você conhece algum curso de Intercambio para adolescentes, e se é perigoso ir praí sozinho. O que os adolescentes fazem por aí? Poderia me clarear um pouquinho a mente sobre esses assuntos??
Obrigado desde já 😀

Comments

comments

1 RESPOSTA

  1. Oi Bernardo,
    Fico contente que siga as atualizações do blog. 🙂
    A Italia é burocrática, mas nem tanto assim. Sobre a questão da farmácia: é verdade que a maioria dos remédios precisa de receita, mas não é o caso de um remédio para uma simples dor de cabeça. Pelo menos se for uma dose leve (um remédio para dor com uma dose alta precisa de receita).
    O mesmo caso com o pronto-socorro: não existe que te neguem o direito a cura, nunca vi em nenhum hospital público. Aqui a saúde é para todo mundo, independente da sua classe social. De qualquer modo, recomendo que você leia este artigo:
    http://www.brasilnaitalia.net/2011/11/seguro-de-viagem-para-a-italia-tudo-que-voce-precisa-saber.html que explica melhor a questão do seguro de viagem (que é obrigatório para entrar no país).
    Mesmo quem não é residente na Italia pode ser curado por um médico de família, em geral pagando uma taxa simbólica de uns 15 euros. Se você tiver algum problema basta ir até uma Guardia Medica.

    Se você pretende vir para fazer intercâmbio, eu no seu lugar escolheria uma cidade universitária, que tem muitos jovens de várias partes da Italia e do mundo (ex. Bolonha ou Florença). Digo apenas que os jovens daqui são mais tranquilos do que em uma cidade como São Paulo, por exemplo. Para sair com uma menina é preciso conquistá-la, não existe aquele clima de “pegação”. Pelo menos é a idéia que tenho dos jovens daqui. Tenho quase o dobro da sua idade, posso me enganar…

    Bem, acho que respondi suas dúvidas. Continue seguindo o site. Abs Barbara

Se você sabe, responda:

Please enter your comment!
Please enter your name here