Devo falar que sou italiana em Londres?

2

Sou brasileira, tenho cidadania italiana e vou passar 3 meses em Londres estudando e trabalhando.
Como vou entrar na Inglaterra com passaporte italiano, devo dizer também na escola que sou italiana? Também para ter a documentação da escola com italiana?
E para conseguir um emprego, devo dizer que sou italiana?
Obrigada.

Comments

comments

2 RESPOSTAS

  1. Se você vai passar somente 3 meses é indiferente dizer se é brasileira ou italiana porque você pode ficar 3 meses no país como turista.
    Já se o objetivo é trabalhar, sim você deve dizer que é italiana porque não pode trabalhar entrando no país como turista.
    Abs
    Barbara

  2. Desculpe, mas terei que discordar da Bárbara. Entrando com passaporte Brasileiro em Londres você terá que provar que tem dinheiro suficiente para ficar, ser interrogada caso o oficial de alfândega queira e coisas do tipo, podendo até ser deportada caso o Oficial da Alfândega não vá com a sua cara, pq sabemos que é assim que é. Já se entrar com Passaporte Italiano (de Comunitário Europeu), você entrará em uma fila especial para Europeus e não terá tanta burocracia, além de que não poderá ser deportada, e para ser deportada de volta para a Itália, eles terão que assinar uma papelada monstruosa e especificar palavra por palavra de pq estão lhe deportando, tendo você direito a recurso e coisas mais. É quase impossível ser deportado de algum país da União Européia tendo passaporte Europeu, apenas se for uma ameaça grave para a segurança nacional ou a saúde pública.

    Trecho retirado do site do Parlamento Europeu:
    ” Recusa de entrada no território
    Em casos excepcionais, pode ser-lhe recusada, bem como aos seus familiares, a entrada no território de um país da UE por razões de ordem pública ou de saúde pública.

    Se lhe for recusada a entrada num país da UE, as autoridades desse país devem provar que a sua presença ou a presença dos seus familiares no seu território representa uma ameaça real, actual e suficientemente grave. A decisão deve ser comunicada por escrito a si ou aos seus familiares, indicar todos os fundamentos da recusa e especificar as vias e prazos de recurso.”

Comments are closed.